Notícias

UTI humanizada traz conforto e tranquilidade com acompanhante em tempo integral

15/01/2020 16:01:18

Pioneiro do Paraná com esse conceito, o Hospital Pilar oferece unidades de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) humanizada, que traz a possibilidade da permanência de acompanhante 24 horas ao lado do paciente. Os leitos diferenciados disponibilizam aparelhos da mais moderna tecnologia e itens de conforto, como climatização individual, serviço de hotelaria, gastronomia hospitalar e banheiro privativo.

A UTI humanizada foi idealizada pela direção do hospital com o objetivo de que os familiares pudessem oferecer carinho e atenção ao paciente durante todo o período de internamento. “Ao longo desse período percebemos que isso trouxe um conforto maior ao paciente, inclusive com diminuições de delírios e estresse pós-traumático por estar em uma unidade de terapia intensiva. Observamos muitas vezes, inclusive, uma recuperação mais rápida, pois os familiares ajudam muito com auxílio emocional”, afirmam Fabiana Weffort Caprilhone (CRM-PR 15267/RQE 7948), especialista em medicina de urgência, e Hélcio Giffhorn (CRM-PR 11180/RQE 7772), médico intensivista, que compartilham a opinião e a coordenação da UTI do Hospital Pilar.

A Instituição conta ainda com leitos de UTI geral, também com moderna e confortável estrutura. “Os pacientes encaminhados para internamento na UTI humanizada do Hospital Pilar não são discriminados pelo tipo de pagamento ou plano de saúde, mas sim pela necessidade. É importante destacar também que em todas as nossas acomodações buscamos sempre que o paciente se sinta acolhido”, explica Milva Schruber Milano, diretora-presidente do hospital. Os leitos da UTI humanizada, normalmente, são ocupados por pessoas em pós-operatório com rebaixamento drástico de imunidade, adolescentes, pessoas senis e pacientes que estão acordados e conscientes.

O Hospital Pilar possui quase 500 colaboradores e o corpo clínico oferece mais de 30 especialidades. A Instituição traz ainda um complexo de saúde com 15 serviços de apoio diagnóstico e terapêutico, todos interligados a sua estrutura, em uma área de dez mil quadrados. “Os últimos anos foram muito focados nesta transição com a chegada de novos serviços parceiros. Entre as vantagens aos pacientes está a comodidade de não precisar se deslocar para fazer exames e iniciar tratamentos”, afirma Luis Rodrigo Milano, diretor executivo do complexo. 

 

voltar