Notícias

Disfunções Temporomandibulares - Sintomas e Tratamento

17/05/2019 18:45:13

Ligação entre o maxilar e o crânio responsável pelo controle do movimento da mandíbula, a articulação temporomandibular (ATM) pode apresentar funcionamento inadequado, o que caracteriza as disfunções temporomandibulares (DTM). Cerca de 80% da população é afetada por esse problema, sendo causa bastante comum pela procura do atendimento nos consultórios odontológicos. 

De acordo com o dentista e cirurgião buco-maxilo-facial do Hospital Pilar, especialista em dor orofacial e disfunção de ATM, Killian Evandro Cristoff (CRO-PR 21655), os principais sintomas dessas alterações incluem dor na face, estalos na articulação da mandíbula na região da orelha quando há movimentos e ainda alterações nos movimentos da mandíbula. “A ATM é semelhante a outras articulações do corpo, por esse motivo, pode ser acometida por doenças degenerativas, como artrite. Nesse sentido, devemos sempre observar todas as funções das articulações”.

Não há cura para as disfunções temporomandibulares, mas há diversos tratamentos que diminuem os sintomas e trazem bons resultados. Porém, quando o cuidado clínico não surte o efeito necessário e os sintomas ainda incomodam, as cirurgias são recomendadas. Segundo o dentista, “em função da grande evolução tecnológica hoje contamos com grande infraestrutura de equipamentos para minimizar a invasão das cirurgias. A videoartroscopia é uma opção em que podemos não apenas avaliar o interior das articulações e definir o real prognóstico da doença, mas também contar com o apoio de alguns procedimentos minimamente invasivos. Outros benefícios são o pós-operatório com menor índice de complicações e o custo de tratamento mais baixo”, explica Cristoff.

O Hospital Pilar oferece em seu Centro Médico o Serviço de Cirurgia e Traumatologia Buco-maxilo-facial, Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial, que, além, de tratar cirurgicamente doenças que envolvem as articulações temporomandibulares, investiga doenças e tumores bucais, realiza pequenos enxertos ósseos ou implantes, corrige irregularidades na estrutura do rosto e, em casos mais delicados, age na reconstrução facial.

 

voltar