Notícias

Com riscos de trazer futuros problemas de saúde, puberdade precoce precisa de atenção

18/02/2019 16:59:23

Processo de amadurecimento biológico que causa modificações hormonais, na puberdade as meninas e os meninos deixam de ser crianças e passam a ganhar características de adultos. Com isso, aparecem sinais como pelos pubianos, crescimento das mamas e o surgimento da primeira menstruação (menarca). O que tem sido identificada cada vez mais nos consultórios é a puberdade precoce, quando as mudanças começam a ser percebidas antes dos 8 anos nas meninas e dos 9 nos meninos.

Segundo o ginecologista do Hospital Pilar, Vicente Letti Júnior (CRM 9025 / RQE 86), a estimativa é que isso ocorra com uma frequência cerca de 20 vezes maior nas meninas. Já o diagnóstico é comprovado com exames de sangue para dosagens de hormônios, radiografia dos punhos e ecografias de útero, ovários e testículos. “É importante que os pais fiquem atentos às alterações precoces nos filhos, pois isso pode afetar, principalmente, no crescimento da criança, causando baixa estatura. A puberdade precoce também está relacionada, com menos frequência, com alterações neurológicas, como hidrocefalias, tumores, doenças inflamatórias e infecções do sistema nervoso central”, explica o médico.

As causas podem ser variadas, incluindo fatores genéticos, problemas hormonais, obesidade infantil, baixo peso ao nascer, tumores – em casos mais raros, além de condições familiares que favoreçam o estresse. Quanto ao tratamento, o ginecologista destaca que consiste basicamente em “atrasar a velocidade de crescimento, através da administração de hormônios específicos, e pode ser realizado por ginecologistas e endocrinologistas, normalmente com excelentes resultados”.

Em alguns casos é possível prevenir que a puberdade aconteça antes da hora, sendo que as medidas incluem: incentivar a criança a manter um peso saudável; estabelecer uma rotina de alimentação equilibrada e evitar que ela faça uso de fontes externas de estrógeno e testosterona, como os presentes em alguns medicamentos, suplementos e cosméticos.

 

voltar