Notícias

CIMAP - Centro de Imagem Pilar - Traz Avanço Tecnológico na Hemodinâmica

21/11/2018 12:26:02


O Cimap – Centro de Imagem Pilar, atua há 15 anos no Hospital Pilar, em Curitiba, oferecendo diagnóstico e tratamento de doenças neurológicas, cardiovasculares, vasculares e de eletrofisiologia através de técnicas minimamente invasivas. Recentemente, o Cimap passou por uma ampliação da sua estrutura, e adquiriu um novo e moderno equipamento de hemodinâmica da marca Siemens, considerado o mais moderno da linha, e que já está em pleno funcionamento. Com essa aquisição, os procedimentos de diagnóstico e intervenção realizados nas áreas cardíaca, neurológica e periférica podem ser realizados com resolutividade e precisão ainda maiores.

O aparelho oferece ferramentas tecnológicas avançadas para obtenção de imagens angiográficas de alta resolução e qualidade. Entre os diferenciais, estão o uso mínimo de radiação, dentro das técnicas mais modernas homologadas, potencializando segurança, efetividade e eficácia diagnóstica e/ou terapêutica, resultando em maior e melhor informação ao médico solicitante, além da recuperação e conforto ao paciente.

Quanto às funcionalidades, o aparelho permite uma exibição plena de estruturas finas, possibilitando o implante de endopróteses em estruturas cardíacas e periféricas com precisão, mesmo em situações clínicas mais complexas. Um diferencial é que o implante de stents em artérias coronárias e o tratamento de aneurismas de aorta podem ser realizados com imagens de altíssima resolução. A reconstrução tridimensional precisa dos vasos cerebrais é outra possibilidade que traz ganhos para o diagnóstico, planejamento, efetivação e monitorização do tratamento neurointervencionista.

Segundo o diretor executivo do Hospital Pilar, Rodrigo Milano, “a tecnologia avançada é um dos pilares da Instituição, aliada ao atendimento humanizado e à valorização dos profissionais”. Já para o Dr. Ênio Eduardo Guérios, responsável pela área de intervenções em cardiopatias estruturais do Cimap, “estar em dia com o que a tecnologia tem de mais atual nos permite oferecer aos pacientes o melhor do estado da arte na intervenção cardiovascular”.

 

voltar